#Paris Jacques Génin

O Blog está muito chique. Muito embora eu não tenha tirado meus pezinhos deste país nos últimos tempos, a querida Alessandra Martini fez uma fabulosa – ainda que curta – viagem pela França e pela Itália. Quando vi a quantidade de locais fabulosos que estava visitando, morri de inveja pedi se não gostaria de fazer alguns posts para o Não Vá de Perder Por Aí. Eis, então, o primeiro (que espero não seja também o último), até porque o bom gosto da moça é latente desde a primeira linha de seu texto.

Minha querida, seu texto está sensacional. Volte sempre e sem cerimônias.

Paris mora no meu coração há algum tempo, mas depois da minha última passagem pela cidade guardo recordações ainda mais doces. Depois de ler que poderia encontrar o mil-folhas considerado “o mais perfeito da França”, juntei uns euros a mais, anotei o endereço e fui lá: na Chocolaterie de Jacques Génin. O tal Jacques Génin é um chocolatier francês, autodidata, que durante muito tempo forneceu chocolates e caramelos para mais de 200 hotéis e restaurantes de luxo na França, incluindo estabelecimentos importantes da capital como o Plaza Athénée e o Le Meurice. Até que, em 2009, ele inaugurou sua Chocolaterie, um local de 400 m² em um prédio do século 17, no coração do Marais.

Chocolaterie de Jacques GéninChegamos lá, uma amiga e eu, em uma tarde de domingo e esperamos cerca de 25 minutos por uma mesinha livre. Já de cara, a decoração de extremo bom gosto chama a atenção, além do suave cheiro de caramelo e chocolate que paira no ar. No térreo, há um salão de chá e uma área para vendas, e no segundo andar fica a área de produção. Os chocolates, pintados à mão e dispostos em elegantes caixas metálicas, ficam à exposição ao lado de caramelos e gomas.

Chocolaterie de Jacques GéninO atendimento é impecável e o cardápio relativamente simples: além das degustações de chocolates, caramelos ou gomas, há o mil-folhas de chocolate ou baunilha, e a torta do dia, que varia conforme a estação e inspiração. Diante dessa dúvida cruel, optamos pela degustação de chocolates e pelo mil-folhas, também de chocolate, acompanhados por café e água.

Chocolaterie de Jacques GéninNa degustação pode-se escolher entre chocolate ao leite ou amargo, sendo que os sabores dos chocolates são escolhidos aleatoriamente pelas vendedoras. Eis os que provamos: ao leite com chá verde, gengibre e puro; meio amargo puro, com mel, laranja e erva-cidreira.

Chocolaterie de Jacques GéninConfesso que nunca havia imaginado algumas dessas combinações, mas todas são deliciosas e justamente por isso, por serem inusitadas. Todos os quadradinhos tem a mesma textura, uma camada fina e levemente crocante, com um interior super macio. Acho que meus preferidos foram de mel e chá verde, mas acho injusto escolher apenas dois.

Chocolaterie de Jacques GéninTerminada a degustação, partimos para o mil-folhas. Confesso que quando escuto ou leio que estou prestes a provar algo eleito como “melhor do bairro, da cidade, do mundo” sempre fico com um pé atrás e tento não me deixar influenciar muito. Mas preste atenção ao que vou dizer: a minha concepção de massa folhada se divide, agora, em “antes de JG” e “depois de JG”. A massa desse Mille-feuille é simplesmente inacreditável. Super crocante na primeira mordida, mas que passa a derreter na boca. Não dá pra explicar, talvez as fotos ajudem. O recheio de chocolate é delicioso e dá para perceber a qualidade do produto, já que depois de todos aqueles quadradinhos da degustação você não fica com aquela sensação de enjoo por ser tudo muito doce. Os mil-folhas são montados no momento de cada pedido, na área superior da loja, que é onde fica a produção, o que garante a qualidade e o sabor inigualável.

Chocolaterie de Jacques GéninUma estratégia deles que achei muito legal é essa amostrinha de gomas que veio junto com o açúcar. Notei que na mesa ao lado, que pediu degustação de caramelos, a amostra foi de chocolates. É uma maneira legal de conhecer os produtos da casa e, obviamente, te influenciar a comprar depois. Fiquei curiosa para experimentar os caramelos mas esses terão que esperar até uma próxima viagem…

Chocolaterie de Jacques GéninSou do lema “quem converte, não se diverte”. Provar isso tudo não é exatamente barato (25 euros para duas pessoas), mas se hipoteticamente pensarmos numa relação de 1 euro = 1 real, você não comeria nada nesse nível em lugar nenhum do Brasil. Deu pra entender que a relação custo x benefício é muito boa?! Para levar pra casa há caixas de chocolates, com desde 9 até 72 peças, saquinhos de caramelos e gomas… enfim, opções pra se deliciar é o que não faltam.

Chocolaterie de Jacques GéninSe por ventura você tiver a sorte de ir até Paris em um futuro breve, recomendo fortemente a visita.Chocolaterie de Jacques GéninP.S.: Antes de ir embora, precisei fazer uso do banheiro dos funcionários que fica ao lado da área de produção. Óbvio que aproveitei para espiar um pouco além e vi tudo muito limpo, organizado e incrivelmente tranquilo. Não pude deixar de notar cerca de 4 avisos explicitando a obrigatoriedade de lavar as mãos após usar ou apenas entrar nos banheiros/vestiários. Ri e saí de lá ainda mais apaixonada pelo lugar…

Chocolaterie de Jacques Génin

Jacques Génin

133, Rue de Turenne – 75003 Paris
Abre de terça a domingo das 11h às 19h, e nos sábados até às 20h.
Anúncios

6 thoughts on “#Paris Jacques Génin

  1. Oi Michele, ótimo o post da Alessandra, parabéns para vocês. Fiquei muito feliz que ela gostou tanto do Jacques Genin e foi lá através de uma foto que postei no meu Instagram. Coisas da modernidade! Nunca saberia que ela escreveria um post para um blog que eu sigo, que coincidência, rs.
    Da próxima vez ela ou você deve provar também os caramelos. Meu Deus, eles são demais, os melhores que já provei até hoje.
    Bjs

    • Hehehehhe. Que ótimo isso. Adoro as histórias de como muitas pessoas têm amigos em comum e nem sabem.
      O texto dela está ótimo mesmo.
      E eu só fico com mais vontade de conhecer o local. Certeza que como o caramelo quando for lá.
      Obrigada pela visita.
      Beijos.

  2. Nossa, que coincidência engraçada! Ia voltar lá pra dizer que tinha feito o post, mas como estou viajando você acabou sendo mais rápida! Que bom que gostou do texto e obrigada pela dica, de novo! 🙂
    Bjs!

  3. Pingback: #Firenze Trattoria La Casalinga | Não vá se perder por aí

  4. Pingback: Estamos fechados para balanço! | Não vá se perder por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s