#Gastromalucos Luciane Daux Gastronomia

Luciane Daux Gastronomia 04

Luciane Daux muito à vontade na sua cozinha.

Há algum tempo minha curiosidade por ela tem se aguçado. Sempre com receitas muito atrativas e fotografias que me fazem querer lamber a tela do computador, Luciane Daux fala de gastronomia com propriedade. Muito embora a primeira coisa que tenha dito quando chegamos em sua casa é que não é uma Chef, pois comanda apenas a sua própria cozinha, rejeita tal título por opção, pois competência para tanto não lhe falta.

Luciane Daux Gastronomia 06Sempre detestei a frase quem sabe faz, quem não sabe ensina. Acredito que, na verdade, ela deveria ser dita de forma inversa, pois ensinar é arte que nem sempre os que bem fazem são capazes de dominar. Ensinar pressupõe, sim, bem fazer e, no caso, isso ficou explícito. Muito embora diante de alunos com experiência na gastronomia – gastrônomos e gourmands –, Luciane não se mostrou nem um pouco preocupada quanto à aula que ministraria, ainda que sua modéstia a tenha obrigado a afirmar que a responsabilidade era grande. Responsabilidade que tirou de letra com uma mão das costas – e um dedo cortado, confesso.

Luciane Daux Gastronomia 03O convite feito aos #gastromalucos foi imediatamente aceito – uma aula de culinária árabe (nível I), seguida de um jantar -, sendo quase disputado a tapas, visto o número reduzido de vagas. Muito embora parte dos alunos já contasse com experiência gastronômica suficiente sobre o tema, não há universidade que passe a experiência de cozinhar com uma legítima descendente de libaneses, cujos conhecimentos foram repassados de geração em geração e milimetricamente aperfeiçoados com o tempo.

Luciane Daux Gastronomia 02Luciane, dentre os diversos trabalhos que exerce, ministra cursos em sua residência para pessoas com pouca experiência na cozinha. No dia, como parte dos alunos eram mais experiente que os comumente recebidos, optamos por colocá-los no trabalho pesado, invertendo a lógica de aprendizado da aula. Nem por isso Luciane deixou de dar as dicas necessárias e criticar o descuido dos ajudantes que cortaram mais cebolas do que a receita exigia.

Luciane Daux Gastronomia 05A ideia para aquela noite era de cozinharmos e degustarmos quatro pratos simples da culinária árabe: quibe (cru, frito e assado), tabule, mjadra e homus bi tahine. Pratos saborosíssimos e de excelente apresentação, que enganam por parecerem ser de difícil confecção. Talvez a facilidade decorra do fato de Luciane ser muito didática em suas explicações e detalhar o passo a passo de cada um, trazendo conjuntamente a história de cada prato e como a receita foi sendo alterada por cada geração.

Cebola confitando na panela da esquerda (para ser acrescentada na mjadra) e panela para o cozimento da lentilha, à direita.

Cebola confitando na panela da esquerda (para ser acrescentada na mjadra) e panela para o cozimento da lentilha, à direita.

Luciane Daux e Jordan Franzen (Chef da Risotteria Suprema).

Luciane Daux e Jordan Franzen (Chef da Risotteria Suprema).

Trigo para quibe descansando com água.

Trigo para quibe descansando com água.

Carne para o quibe a ser processada.

Carne para o quibe a ser processada.

Lentilha sendo levada para a panela.

Lentilha sendo levada para a panela.

Ingredientes do quibe sendo misturados.

Ingredientes do quibe sendo misturados.

Daniel, do Comideria.com, registrando o preparo para posterior post em seu blog.

Daniel, do Comideria.com, registrando o preparo para posterior post em seu blog.

Quibe pronto para ir ao forno.

Quibe pronto para ir ao forno.

Homus bi Tahine já pronto.

Homus bi Tahine já pronto.

Tabule pronto.

Tabule pronto.

Brinde com espumante Sintonia Brut Rosé, da Vinícola Monte Agudo.

Brinde com espumante Sintonia Brut Rosé, da Vinícola Monte Agudo.

Luciane Daux Gastronomia 22Como boa mesa libanesa, imperioso ser farta. Mas não apenas isso, também saborosa e atraente ao olhar, tendo Luciane cumprido com maestria esses três itens. Provei todos os pratos e posso dizer que estavam todos ótimos. Se antes me arriscava apenas a fazer o Homus em casa, preferindo a facilidade do Kaffa quanto aos demais pratos, depois dessa aula passo a prezar por fazê-los em casa, colocando em prática as técnicas aprendidas.

Gastromalucos e Luciane Daux (eu fotografando).

Gastromalucos e Luciane Daux (eu fotografando).

Luciane Daux dá muitas outras aulas além da culinária árabe. Muito embora só tenha eu participado dessa, pela competência com que a ministrou deixou claro que da mesma forma age nas demais. Ainda que você não queira, necessariamente, fazer o curso, o jantar posterior vale muito o investimento. Entre na fanpage e no blog dela para mais informações sobre os cursos e preços.

.

Luciane Daux Gastronomia

Blog: http://lucianedaux.blogspot.com.br/

Fanpage: https://www.facebook.com/LucianeDauxGastronomia

E-mail: daux@matrix.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s