Kikoni Japafood: e a lista só aumenta

Kikoni 04

Depois que você passa a escrever sobre restaurantes, inúmeras são pessoas que começam a te procurar para dicas de locais para jantar, levar os amigos/a sogra/o papagaio. Há também os que, ao contrário, vão indicar lugares que você não pode deixar de conhecer. E ainda que os sushis sejam uma constante por aqui e, com frequência, sejam a primeira indicação de uma casa de culinária japonesa aos amigos, o Kikoni Japafood foi justamente uma dessas situações reversas. Por isso, cansada de tanto ouvir que eu ainda não havia conhecido o melhor sushi de Florianópolis, decidi que esse problema precisava ser resolvido o mais breve possível.

Shimeji Batayaki - cogumelo refogado na manteiga com molho especial

Shimeji Batayaki – cogumelo refogado na manteiga com molho especial

A casa funciona de duas maneiras: festival ou a la carte. Na primeira opção ainda é possível escolher entre sashimi livre (62 dilmas) ou limitado a 12 peças (54 dilmas). Apesar da predileção pelo sashimi, o buchinho estava bastante comedido no dia e fiquei com o festival limitado, o que não significa, em absoluto, limitação de variedades, pois o cardápio específico para o all you can eat é bastante vasto. Esse, aliás, um dos pontos fortes do local, que apresenta um infinidade de pratos frios e quentes que extrapolam os comumente encontrados nas casas concorrentes (cardápio aqui).

Niguirizushis: Dyo e Salmão Kikoni (salmão levemente tostado com tartar de salmão, maionese e cebolinha)

Niguirizushis: Dyo e Salmão Kikoni (salmão levemente tostado com tartar de salmão, maionese e cebolinha)

O primeiro sushi diferente experimentado foi o niguirizushi salmão kikoni, que consiste em salmão levemente tostado com tartar de salmão, maionese e cebolinha. Apesar de ser um dos ingredientes, a maionese não possuía sabor marcante e nem roubava a atenção do peixe.

Salmão Burger Especial: hambúrguer de salmão acompanhado de salada

Salmão Burger Especial: hambúrguer de salmão acompanhado de salada

O segundo prato diferenciado experimentado foi o salmão burger especial, uma espécie de hambúrguer de salmão, com salada. Suculento e saborosíssimo, segundo o Daniel, que poderia passar a noite comendo apenas isso.

Sashimis: Tataki de atum, polvo e salmão.

Sashimis: Tataki de atum, polvo e salmão.

Os sashimis também não se limitam aos peixes e frutos do mar crus, estando também incluídos o ceviche e o tataki, de atum ou de salmão. Tataki consiste no peixe tostado com molho especial e cebolinha.

Missoshiru

Missoshiru

Uramaki: Filadélfia e Ebiten (camarão empanado em massa especial, cream cheese e molho especial a base de shoyu)

Uramaki: Filadélfia e Ebiten (camarão empanado em massa especial, cream cheese e molho especial a base de shoyu)

Ebi Furai: camarão empanado em farinha especial

Ebi Furai: camarão empanado em farinha especial

Importa aqui fazer um destaque: o problema da expectativa. Mais de uma vez vieram me falar que eu não podia deixar de conhecer o Kikoni, pois o melhor sushi de Florianópolis. Isso acabou por me levar a esperar algo extraordinário, fora do comum, e, por isso, uma leve decepção com a chegada dos pratos. Isso quer dizer que os pratos eram ruins? Muito longe disso. Mas a frustração foi inevitável. Mesmo com a ótima qualidade da comida e o atendimento sendo impecável, faltou o plus a mais para o melhor da cidade. Talvez, não estivesse eu com a expectativa tão elevada, a perceção tivesse sido outra. Porém, reitero: tudo servido com muito capricho, cuidado na preparação e bastante saboroso, estando, por certo, entre os melhores sushis de Florianópolis. Não posso dizer, contudo, que seja o melhor.

Temaki: Atum Spice (atum, cebolinha e tabasco)

Temaki: Atum Spice (atum, cebolinha e tabasco)

Temaki: Skin (salmão skin)

Temaki: Skin (salmão skin)

Considerando que os temakis são o ponto forte em qualquer comentário sobre o local, impossível sair de lá sem prová-los. No caso, Atum Spice (com tabasco) e Skin. Sem miséria no recheio e alga crocante. Aprovadíssimos.

Hot Doce: morango e banana

Hot Doce: morango e banana

Para encerrar a noite, hots doces, de morango e banana. Crocantes e doces na medida certa.

A noite fechou em pouco mais de 60 dilmas por pessoa, incluindo bebidas, considerando que a escolha foi pelo festival limitado a 12 sashimis. O atendimento foi impecável, do início ao fim. O ambiente é aconchegante e iluminado – nada daquelas decorações temáticas e com luz baixa, dificultando até mesmo a visualização dos pratos. Os pratos são realmente saborosos e tornam a casa uma das melhores de Florianópolis, com toda certeza. E duas televisões muito bem posicionadas garantiram boas risadas ao final do jantar com episódios do Pingu (sinto muito se você não se diverte com desenhos voltados para o público infantil).

.

Kikoni Japafood

Rua Dom Jaime Câmara, 272, Centro, Florianópolis/SC
Aberto de segunda à sexta, das 11h às 14h30 e das 18h às 23h / sábados e feriados, das 18h às 23h
Telefone: (48) 3364-9990 (possui delivery)
Aceita cartões
Anúncios

4 thoughts on “Kikoni Japafood: e a lista só aumenta

  1. Pingback: Sal Gastronomia: sem medo de temperar | Não vá se perder por aí

  2. Pingback: #Gastromalucos Pizza Mia | Não vá se perder por aí

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s