12° Oktobertanz: iniciadas as festas de Outubro em Santa Catarina

E começou a temporada de festas de tradições alemãs em Santa Catarina. Estado que possui a impressionante porcentagem de mais de 80% (oitenta por cento) da população se dizendo de pele branca, assim o deve por Portugal, no tempo do Império, incentivar a imigração européia, principalmente da Alemanha e Itália. A escolha pelo Sul do país como um todo se devia a uma maior semelhança com os países de origem, principalmente quanto ao clima e solo.

A primeira colônia alemã em Santa Catarina surgiu em 1° de março de 1829, na cidade de São Pedro de Alcântara. Este ano, em sua 12° edição, a Oktobertanz – festa que conta com desfiles nas ruas, jogos, gincanas, gastronomia típica regional e grupos folclóricos – abre a temporada das comemorações do gênero no estado, resgatando a cultura daqueles que chegaram aqui há muitos anos. Na foto que inicia o post, cartaz com os sobrenome de todos os imigrantes estabelecidos na cidade no período de 1829 a 1900.

Apesar de ser a festa que abre as demais que ocorrem por todo o mês de outubro no estado, a Oktobertanz é sempre realizada no final do mês de setembro, sendo a edição de 2012 nos dias 22 e 23.

Tive a oportunidade de ir ao jantar dançante no dia 22, coordenado pelo Chef Heiko Grabolle, alemão radicado no Brasil desde 2004. Um brasileiro de coração que sempre deixa claro seu talento em todos os eventos em que participa. Outro traço de sua personalidade é a humildade, pois logo que chegou por aqui estranhou os chamados pratos típicos alemães, que pouca ou nenhuma similaridade possuíam com aqueles que consumia em seu país de origem.

Compreendeu, contudo, que a influência local e o fato de grande parte dos imigrantes serem colonos tornou essa culinária bastante diferenciada. Respeitou, assim, a cultura desse povo alemão levemente distinto e a integrou a sua culinária, sendo hoje um dos principais nomes no estado quando se fala em gastronomia das festas típicas.

A Oktobertanz não apenas é uma festa de colonos, como também realizada em uma cidade pequena, com nítidas características de interior. Logo, certo que o espaço utilizado será o pavilhão da Igreja Matriz – geralmente bem no centro da cidade – e a comida no estilo encha muito seu pandulho. Por meros 25 pilas, em um sistema de buffet livre, era possível se deliciar com variadas saladas típicas alemãs, galinha assada à moda de São Pedro de Alcântara, recheio típico feito artesanalmente (e servido separado), marreco recheado, joelho de porco, variações de salsichas alemãs, purê de batata, chucrute à Bavária, repolho roxo, arroz e purê de maçã. Eram tantas opções maravilhosas que foi impossível não fazer um prato de pedreiro.

Essa comilança toda ainda garantia uma sobremesa bem colona (sagu com creme), acompanhada de chopp artesanal, o grande atrativo dessas festas hoje em dia. Na companhia de uma americana do Tennessee, vi o quanto ficou maravilhada com o doce, produzido a partir da mandioca, que nunca havia provado.

Como não podia faltar em festa alemã que se preze, após o jantar houve apresentação de um grupo folclórico, com danças típicas – do tempo dos colonizadores, inclusive no que tange ao vestuário – e até uma pequena participação minha e da querida Pulga, convidada pelos Fritzs.

Para encerrar a noite, baile com a pandinha alemon Orquestra Continental, de Itapiranga/SC, no embalo de Ein Prosit, ein Prosit / Der Gemütlichkeit / Ein Prosit, ein Prosit / Der Gemütlichkeit.

Se você perdeu a festa deste ano, prepare-se para o ano que vem ou aproveite a extensa agenda do conjunto de festas que ocorrerão por todo o mês de Outubro em Santa Catarina:

1) Oktoberfest – Blumenau:

Festa que já se encontra em sua 29° edição, este ano será realizada nos dias 10 a 28 de outubro. Provavelmente a festa mais famosa do gênero no estado. Inspirada na Oktoberfest de Munique, Blumenau a criou em 1984, consagrando-se como a segunda maior festa alemã do mundo, atrás apenas de sua inspiradora. Seus 18 dias de festa são regados a muitos desfiles e apresentação de grupos folclóricos. Segundo dados oficiais, em 28 edições mais de 17 milhões de pessoas passaram pelo Parque Vila Germânica, ou seja, uma média de cerca de 700 mil pessoas por ano.  Sua primeira edição, em 1984, já apontava seu sucesso, pois em apenas 10 dias de festa cerca de 102 mil pessoas passaram Pavilhão A da Proeb (número que na ocasião representava mais da metade da população da cidade). So no ano passado (2011), foram mais de 560 mil pessoas passando pelos pavilhões nos 18 dias de festas, sendo consumidos mais de 600 mil litros de chopp, sem contar as garrafas de cervejas importadas. Mais informações aqui.

2) Oktoberfest – Itapiranga:

Em sua 34° edição, a festa este ano ocorrerá nos dias 19 a 21 de outubro. Idealizada em outubro de 1978 pelo Sr Wiho Prost, que sugeriu aos jovens Bernardo Scholz e Léo Wolhfart quie realizassem uma festa como em Munique. A idéia era realizar uma festa específica da comunidade para cultivar e preservar a cultura alemã. Iniciou-se com um desfile em um trator, de propriedade de Paulino Schmitz. Somente alguns anos depois foram inseridas as comidas típicas, sendo realizada em 4 ocasiões no potreiro do Sr. Hermann. Em 1982 foi transferida para o salão da comunidade, por conta da chuva. Em 1985 a festa passou a contar com a participação de toda comunidade e só a partir de 1989 começou a contar com o apoio da Prefeitura Municipal. Em 1992 foi, finalmente, construído o Complexo Oktober. Mais informações aqui.

3) Festa do Imigrante – Timbó:

Em sua 22° edição, a Festa do Imigrante ocorrerá este ano de 11 a 14 de outubro. Cidade com forte colonização alemã e italiana, criou a festa para resgatar e manter a tradição dos colonizadores. Com bailes, danças folclóricas, desfiles típicos, apresentações musicais, esportivas e recreativas, além da gastronomia típica alemã, italiana e brasileira. O ponto alto do evento é o desfile alegórico na Avenida Getulio Vargas no segundo dia de festa. Mais informações aqui.

4) Fenarreco – Brusque:

Em sua 24° edição, a Fenarreco este ano ocorrerá de 07 a 18 de outubro. Criada em 1986, tem como atrativo um dos pratos mais apreciados entre os descendentes de alemães do Vale do Itajaí: Ente mit Rotkohl (marreco recheado com repolho roxo). Como acompanhamento o purê de batatas, chucrute e molhos fortes. Mais informações aqui.

5) Schützenfest – Jaraguá do Sul:

Em sua 23° edição, a Schützenfest este ano ocorrerá de 10 a 14 de outubro. Criada em 1989, segue a mesma linha das demais festas, com pratos típicos da gastronomia alemã, apresentações folclóricas e muito chopp. Mais informações aqui.

E você, vai perder todos esses eventos regados às melhores cervejas artesanais do país?

Oktobertanz – Festa Anual

Pavilhão da Igreja Matriz – São Pedro de Alcântara.
Site: http://www.pmspa.sc.gov.br/turismo/evento/detalhe/codEvento/721
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s